FAÇAM Isto Primeiro e o Resto Encaixar-se-á no Lugar

FAÇAM Isto Primeiro e o Resto Encaixar-se-á no Lugar

Mensagem de Cathy Wilke, 15 de novembro de 2012

Tem realmente que se amar a si mesmo para conseguir realizar algo neste mundo.”- Lucille Ball

Deparei-me com esta citação há muitos anos atrás e nunca a esqueci. Até aos meus catorze anos eram apenas palavras, mas parte de mim entendeu que o conceito era profundo. Não tinha noção de quão verdadeira era esta afirmação, mas tenho agora.

Embora perceba que o termo amar-se a si mesmo é provavelmente um dos clichés mais usados que existem. Que raio quer isto exatamente dizer? Amar-se a si mesmo. Sempre fiquei vidrada quando alguém atirava esta frase. O que é que penso realmente sobre esta citação ou sobre a frase sobre aprender a amar-se? O que tenho observado em cada pessoa com quem trabalhei, em cada estudante que tive, foi que o maior obstáculo para a construção de um negócio bem-sucedido é a falta de amor-próprio.

Vi tantos profissionais talentosos que realizavam um trabalho brilhante, mas que não conseguem avançar nas suas profissões não porque não saibam o que fazer, mas porque não conseguem fazê-lo. Não acreditam em si mesmos de forma singular, sincera e sem reservas. E o que é de facto a confiança? Uma forma de amor-próprio.

É a crença em vós mesmos de que conseguem fazer isso e que merecem estar onde querem estar.

A confiança também exige alguma coragem. E a coragem requer amor-próprio.

Estejam lá – amor-próprio.

Nunca consegui dizer a ninguém, bem, aqui está como se pratica o amor-próprio, e nunca consegui obter de ninguém a resposta de uma maneira que fizesse sentido para mim.

Mas, ao longo dos anos, observei as ações que efetuamos que afirmam o nosso amor-próprio. Aqui estão nove coisas que eu sei sobre cultivar o amor-próprio:

  1. Sintonizem-se com a vossa intuição: confiem nos vossos sentimentos sobre as coisas e não sejam desdenhosos convosco. Os vossos sentimentos são válidos ou não estariam lá. Prestem-lhes atenção e reconheçam-nos. Estes constituem a vossa bússola.
  2. Falem a vossa Verdade: quando algo vos estiver a incomodar, comuniquem-no. Não precisam necessariamente de repreender ninguém, mas dizer como se sentem sem raiva ou intimidação é um ato de amor-próprio.
  3. Entrai na Vossa Própria Equipa: parai de falar sobre como a vossa vida não está a funcionar, aquelas 10 libras que parece que não podem perder, a vossa falta de força de vontade, o relacionamento que parecem não encontrar, a falta de segurança financeira, que mundo tão mau. Aquilo em que se focam cresce. Quanto mais se focam no que não está a funcionar e não têm, mais isso se torna a vossa experiência.

 

Eis uma citação do livro “A Alma do Dinheiro”, de Lynn Twist, que afirma o conceito:

“Pensamos que vivemos no mundo. Pensamos que vivemos num conjunto de circunstâncias, mas não vivemos. Vivemos na nossa conversa acerca do mundo e na nossa conversa acerca das circunstâncias. Ao conversarmos acerca de medo e de terror, acerca de vingança e raiva e inveja e comparação, então é esse o mundo em que habitamos.”

Se estivermos numa conversa acerca de possibilidade, de gratidão e apreço pelas coisas na nossa frente, então esse é o mundo em que habitamos. Falar sobre o que não funciona dá-vos mais do mesmo e o que apreciais, aprecia.

  1. Pedi o que quiserdes. Falai por vós mesmos. Se não o fizerdes, mais ninguém o fará.
  2. Pedi ajuda quando precisardes E permitam-se recebê-la quando é dada. Conheço mulheres que andam de um lado para o outro a fazer tudo para os outros, que não somente nunca pedem nada para si mesmas, mas que também não deixam que ninguém faça nada por elas. Assim, elas comem em excesso, fazem demasiadas compras ou bebem demasiado tentando obter compensação pelo que não se permitem receber.
  3. Concentrai tanta energia em fazer as coisas que vos fazem felizes como fazem no trabalho. Tratarem-se como ajuda contratada não é muito amoroso. Tomarem conta de vós e aproveitarem o máximo de oportunidades para se divertirem e mimarem é. Mereceis sentir-vos bem. Funcionai a partir do cheio em vez de a parir do vazio.
  4. Deixai de esperar por circunstâncias ou por alguém que vos valorize ou ao vosso trabalho. Parai de pensar que não estais prontos ou que ainda não estais lá. Estamos todos num trabalho em curso. Comecem onde estão com o que têm e façam o que podem. Digam SIM a vós mesmos e aos vossos sonhos. Digam-no tantas vezes quanto forem necessárias e tomem as medidas que precisam para os apoiar.
  5. Nem todos vos irão perceber. Em especial se estiverdes a ser totalmente verdadeiros convosco. Não podeis ser todas as coisas para todas as pessoas. Focai-vos nas pessoas que vos percebem e ignorai os outros todos.
  6. Não importa o que aconteceu no passado, não importa quão desfeitos, magoados ou disfuncionais vos sentis – cada momento constitui uma oportunidade para um novo começo, incluindo este. O passado não dita o presente – os pensamentos que tendes acerca de vós e da vossa situação ditam-no.

Podeis escolher a felicidade

E lembrai-vos sempre, sois amados.

Cathy Wilke é uma alquimista de negócios e formadora de marketing que ajuda os profissionais holísticos, formadores e curadores a criarem o marketing que incorpora a sua história profunda e poderosa. Criou o Yoga do Marketing, um programa de construção de negócio que ajuda os que estão a tentar fazer a diferença no mundo a irem para o próximo nível nos seus negócios para que os seus excelentes trabalhos possam brilhar. Podeis encontrá-la em:

Tradução: Ana Belo – anatbelo@hotmail.com

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

 

Deixe uma resposta

Home mensagens FAÇAM Isto Primeiro e o Resto Encaixar-se-á no Lugar
credit
« »
    on line: 528