QUAL É O TAMANHO DE SEU VÁCUO? – MENSAGEM DE JENNIFER HOFFMAN

MENSAGEM DE JENNIFER HOFFMAN
 
13 de Janeiro de 2015
 Como você se sente agora que passamos da primeira semana do novo ano? Quer saber quando isso vai acabar? Temos um longo e movimentado ano à frente. Não deixe que os acontecimentos desta semana passada, se eles foram inquietantes, incomodem-no. Temos uma grande semana à frente e muitos movimentos acontecendo.
Você pode sentir que o movimento de energia está se acelerando? As coisas estão se manifestando de forma rápida para você agora? As coisas aparecem em sua vida quando você precisa delas, ainda que você não soubesse que precisava delas? Eu recebi um pacote surpresa de suplementos que era o que meu corpo precisava nesta semana, e eu achei que não os tivesse colocado no meu mais recente pedido de suplementos. Definir a intenção é tanto um processo consciente,  quanto inconsciente, e o que está sendo criado em torno de nós está acontecendo em resposta às intenções das quais estamos conscientes, bem como daquelas das quais não estamos. É um bom momento para estarmos muito conscientes dos nossos pensamentos.

Há muita  ação da energia, nesta semana, que faz parte do nosso período de  três meses de poder, com duração até o final de março. Esteja preparado para o movimento e ação agora e não queira saber quando isto irá acabar, porque você poderá perder parte da aventura.

Todo este movimento está criando grandes vácuos que podem ser frustrantes, opressivos, podendo levar à dúvida e julgamento. É o tema do boletim desta semana.

QUAL É O TAMANHO DE SEU VÁCUO?
Um dos dos primeiros artigos que escrevi para o boletim, em 2004, foi sobre “estar no vácuo’, este espaço entre onde estamos e onde gostaríamos de estar. Dez anos depois, ainda estamos falando e experimentando os vazios e, embora eles tenham ficado muito maiores, a nossa capacidade de preenchê-los também aumentou. Os vácuos são uma coisa boa, contudo, porque eles nos alertam de que é hora de uma mudança. Onde quer que você veja um vazio em sua vida é onde o seu potencial e as possibilidades estão se alinhando para uma decolagem, enquanto lhe mostra o que está em seu caminho.
Um vácuo de energia ocorre quando a energia das escolhas que fizemos no passado não pode apoiar a nossa nova intenção na vida. Há uma incompatibilidade entre a energia que estivemos usando para criar a nossa realidade até este momento, e a energia que é necessária para apoiar nossa nova intenção, por isso foi criado um vazio. Então, quando olhamos para nossas vidas no contexto de nossa nova intenção, o vácuo se torna maior porque nos julgamos por nossas escolhas e decisões, pelas coisas que fizemos e não fizemos, pelos nossos medos, e falta de coragem.
Agora que o vácuo está enorme, sentimo-nos impotentes, irritados, frustrados, e incompetentes, porque fizemos essas escolhas e tomamos decisões terríveis, ou acreditamos  que deveríamos ter feito melhores escolhas. E com base nas decisões que tomamos no passado e a bagunça que achamos que fizemos de nossas vidas, não podemos imaginar como iremos criar qualquer coisa maravilhosa para o presente e o futuro. Julgar o passado a partir do presente não é útil ou proveitoso, porque embora não possamos mudar o passado, estamos olhando para uma situação após o fato.
Criamos lentamente e fechamos a consciência e o preenchimento dos vazios na última década e aqueles vazios com que estamos lidando agorasão muito maiores porque estamos muito mais conscientes e nossa energia está mais expandida. E eu acredito que estes vazios abrangem muito mais energia, por isso, eles parecem muito menos negociáveis e mais frustrantes. Mas não é o tamanho do vácuo que importa, mas sim o que está do outro lado.

As escolhas que fazemos a cada momento são as escolhas certas paraesse momento. Quando voltamos nossa atenção para algo que afreqüência e a vibração de uma escolha não pode capacitar, temos que considerar novas escolhas.  Isto não torna nossas escolhas anteriores erradas, elas estavam certas para as situações que elas capacitaram. Não temos uma escolha de “um tamanho que se encaixe em tudo”em nossa vida, onde fazemos uma escolha e ficamos  felizes com o seu resultadopara sempre. Novas intenções, eventualmente, criam vazios em nossa consciência e para remover ou preencher o vazio, devemos fazer novas escolhas, utilizando novas frequências de energia e vibrações.

Vazios energéticos são portais para novos potenciais na vida. Eles nos mostram que estamos prontos para uma mudança, ainda que a percepção exista inicialmente em um nível inconsciente. O vazio aumenta à medida que começamos a nos sentirmos desconfortáveis, infelizes, e presos.Então, nossa primeira reação é a de julgarmos nossas escolhas passadas.Mas isso é muito limitante e muito crítico da verdade que, embora nossasescolhas passadas nos servissem no passado, elas já não são válidas no presente. Podemos celebrar a presença do vazio e sabermos que o tempo e a oportunidade para a mudança estão disponíveis agora e que precisamos fazer algumas escolhas diferentes, e criarmos um novocaminho de vida. Nós podemos preencher o vácuo mais facilmente, usando a nossa energia para nos concentrarmos em novos potenciais e oportunidades, e não sobre o próprio julgamento ou a crítica, acolhendo o vazio como um convite para avançarmos com confiança e alegria para uma nova realidade.

Tradução: Regina Drumond
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *