MENSAGEM DOS ANJOS canalizada por Ann Albers

2 de Janeiro de 2020

O QUE RESSOA?

Feliz Ano Novo! Você está pronto? Parece que todos iremos trabalhar neste ano para parar de julgar, começar a discernir, viver e deixar viver e nos permitir sermos nós mesmos, não importa o que os outros estejam fazendo.

Uma das razões pelas quais raramente compartilho meus pontos de vista pessoais sobre muitos assuntos globais é porque não quero que você escolha o que eu escolho, simplesmente porque eu escolho. Eu quero que você seja você, seja o que for que isso signifique para você. Quero que você aceite as visões políticas que ressoam em você, que adote as abordagens de bem-estar que ressoam em você e se comporte de maneira que o faça se sentir bem. Compartilho o que funciona para mim, apenas na esperança de que lhe dê o que pensar e o ajude a examinar e a definir com mais clareza o seu caminho e o que ressoa em sua jornada pessoal.

Depois de anos trabalhando com os anjos, estou segura de que o meu caminho não é “o caminho certo”, nem poderia ser o único. É simplesmente certo para mim. Ele ressoa em mim e em muitos de vocês, mas não em todos e é assim que deve ser. Alguns de vocês me escreveram no ano passado com as mais gentis expressões de amor, concordando ou não. Outros escreveram com um sincero desejo de descobrir suas próprias verdades. Ainda outras expressões pareciam adagas retorcendo-se em meu estômago quando o ódio, a raiva e o medo que alguns apontavam para mim me pegaram inconsciente, muitas vezes, no ano passado. Houve muitas vezes em que fui inspirada a servir incansavelmente e, honestamente, algumas vezes em que passei por uma batalha interna, com a preocupação de que se deveria continuar com este trabalho, porque doía ser usada como um saco emocional de pancadas. O que me salvou, algumas vezes, foi a sabedoria dos anjos de que todos têm direito às suas expressões e eu, como qualquer outra pessoa, tenho o direito de decidir quais energias absorvo.

Muitos de vocês enfrentaram preocupações semelhantes no ano passado. Além dos desafios globais, muitos de vocês perderam amigos de longa data por causa de diferenças políticas. Você viu muitos membros da família irritados que estavam com tanto medo que se afastaram das diferentes perspectivas sobre como viver com segurança em meio a uma pandemia. Você estava tentando ser compassivo mesmo quando os outros não eram tão gentis. Você fez o melhor possível. Eu fiz o melhor possível. Todos nós fizemos o nosso melhor. Dada a intensidade dos desafios do ano passado, acho que é algo com que se orgulhar.

Coletivamente, estamos aprendendo uma nova maneira de ser. Estamos aprendendo a abandonar o paradigma obsoleto de uma maneira definitiva de certo / errado de lidar com qualquer coisa. Estamos aprendendo a prestar mais atenção à nossa própria energia e a fazer apenas o que ressoa em nós. Estamos aprendendo a confiar em nossa orientação interna – para nós mesmos – sem exigir o consentimento de ninguém. Estamos aprendendo a retirar a nossa atenção e energia de situações e pessoas que insistem que devemos concordar com elas, em vez de nos engajarmos na velha dança impossível de tentar agradar a todos.

Estamos aprendendo a discernir, em vez de julgar, e a viver e deixar viver em um nível mais profundo do que nunca.

Isso requer fé e confiança em um poder superior que nos guia  em uma dança perfeitamente orquestrada definida por nossos próprios desejos. Requer fé de que, se você fizer o que ressoa com você, estará seguro, protegido, amado e guiado. Exige a confiança de que você é digno de seus próprios sonhos e a crença de que o universo pode realizá-los com muito mais elegância e paz do que poderíamos imaginar.

Meu desejo para você neste ano é que confie em seu próprio coração, que aceite seus próprios pensamentos, sentimentos e desejos sem a necessidade de outros concordarem, e que você encontre paz em saber que aos olhos de Deus você é perfeito, exatamente como você é, mesmo enquanto continuamos a nossa expansão eterna.

É o momento de mergulhar de coração em um novo ano com fé e confiança de que o que ressoa em nós é exatamente o que nossa alma está nos guiando a fazer.

Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a explorar a ideia da ressonância:

1 – PRATIQUE COM SIMPLES DECISÕES

Pense em diferentes alimentos que você pode ter para a sua próxima refeição, ou opções simples para uma decisão cujo resultado não seja muito importante para você. Entre em sintonia com o seu corpo. Ao pensar em cada opção, veja com qual delas seu corpo ressoa. Qual delas o faz feliz? Qual decisão o alegra? Qual parece melhor?

Pratique olhar para várias coisas e pessoas, mesmo que apenas na TV ou na Internet, e observe como percebe o seu corpo e sua mente. Você se sente discordante ou ressonante? Pratique a escolha de coisas, pessoas e situações que ressoam com você, em vez de analisar demais com quem ou com o que deveria ressoar. Observe como você se sente ao fazer essas escolhas ressonantes centradas no coração.

2 – PRATIQUE MUDAR O SEU FOCO

Às vezes, não podemos nos afastar fisicamente de uma situação ou pessoa que não ressoa conosco, então a única escolha que temos é  um foco mais ressonante. Digamos que você esteja preso em um trabalho de que não gosta, por enquanto, mesmo quando está criando um novo.

Você pode escolher se concentrar em tudo o que puder no trabalho atual que ressoe em você. Escolha se concentrar no trabalho futuro que você está criando, que realmente ressoa com você. Faça o possível para usar sua mente como um sintonizador dos aspectos da situação com que realmente ressoa. Desta forma, você atrairá situações mais gentis e ressonantes para você em todas as áreas da vida.

3 – ACEITE-SE. ACEITE OS OUTROS

“Viva e deixe viver” é um lema que os anjos amam. Muitas vezes, nós nos esquecemos de aplicá-lo a todos os vários aspectos de nós mesmos! Às vezes, todos nós ficamos cansados, irritados, com medo ou tristes. Queremos nos sentir melhor, mas às vezes não conseguimos. Nessas horas, deixe o amor ressoar em você. Aceite-se. Converse suavemente com você. Dê a si mesmo um abraço e diga: “Está tudo bem ser humano querido.”

O amor sempre ressoa e quando o damos a nós mesmos, mais rapidamente saímos desses outros estados de ser não ressonantes. Quanto mais você se aceita e se ama, mais pode permitir que os outros também sejam quem eles escolheram.

Suspeito que será um ano para explorar uma definição de liberdade mais profunda e comovente do que nunca – a liberdade de escolher pensamentos, sentimentos e ações que ressoam conosco, e a liberdade de liberar aqueles que não ressoam. Que todos possamos nos concentrar nas realidades que ressoam com nossas perspectivas individuais, confiando no Criador dos universos para resolver tudo e nos guiar em uma dança de saúde, harmonia e, acima de tudo … Amor! Feliz Ano Novo!

Ann Albers Visions of Heaven

Ajude Anjo de Luz a desenvolver o seu trabalho

Faça uma doação!

“O importante não é o que se dá, mas o amor com que se dá.”
Madre Teresa de Calcutá

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »
    on line: 528